30.9.07

omayra, ou o lodo de 1985

Tão difícil sustentar esses olhos pretos, os mais pretos e inexplicáveis que eu já vi. E se é verdade que o mundo (as televisões todas, todas) viu Omayra morrer, deixou Omayra morrer.....



menos indigno esquecê-la. Deixá-la no lodo, no devaneio, na escola inviável, no fim presumível, na infinitude dos olhos pretos, mais pretos. Nosso assombro.

0 pessoas pararam por aqui:

Postar um comentário

Diga lá.