8.8.08

a inércia, o tédio, a preguiça

Quando eu conheci Paulo, ele era um universitário meio hippie, meio brócolis-militante e cheio de histórias e teorias engraçadinhas pra contar. A primeira delas foi esta aqui:

No princípio, a força que regia o universo era a inércia. É o início de tudo. Mas como as coisas estavam paradas demais, e assim continuariam por toda a eternidade, Deus resolveu injetar o tédio nas criaturas, e elas se moveram. De tanto se moverem o criador irritou-se, afinal, e acrescentou a preguiça a seus espíritos simples, e elas paravam de se mover e assim ficavam por um tempo. Então sentiam tédio, faziam algo até que a preguiça se apoderasse e assim por diante.

Isso explica porque é que numa sexta feira à noite, numa data cabalística como esta, eu estou aqui postando este tipo de coisa.

0 pessoas pararam por aqui:

Postar um comentário

Diga lá.