14.5.09

ezequiel e outras notícias

Ezequiel. Eu não conheço Ezequiel pessoalmente. Conversamos duas vezes por telefone, mas já tenho por ele um carinho bastante especial. Ele é um garoto de 6 anos que foi adotado recentemente por uma amiga da minha mãe, e corre um risco sério de ser o garoto mais fofo do mundo. A candidatura é para poucos, creio eu, desde que mães e pais dos meninos e meninas tornaram-se todos jurados suspeitos desse concurso. Mas então. Da última vez que eu falei com ele por telefone, ele ligou do celular da minha mãe. Pelo identificador de chamadas, eu atendi pensando que era ela. E ouvi a voz dele, dizendo "oi, aqui é a.... [voz afastada] como é o seu nome, tia?. [risos da minha mãe, enquanto ele volta pro telefone]... aqui é a Edi." O mais fofo do mundo, eu to dizendo.
Ezequiel, embora bastante jovem, já decidiu que é corinthiano, à revelia do time de futebol do coração dos integrantes de sua família, que são todos santistas. Nesses jogos de final de Campeonato Paulista, o moleque sofreu um bocado. Com as derrotas e com o assédio. A mãe dele contou que, depois que acabou o último jogo, ele virou pra ela bem sério e disse: 'Olha, o próximo [filho] eu vou querer saber se é corinthiano antes'.
A mãe do Ezequiel disse também que ele é fascinado pelo correio, que quase todo dia ele espera ansioso a chegada de uma possível carta pra ele. A primeira, nesta nova família, foi minha. Enviei-lhe um cartão postal com uma foto bonita da ponte Rio-Niterói, explicando pra ele o que era a ponte e que aqui onde eu moro é bonito e faz calor. Parece que ele pediu pra mãe, pai e irmã que relessem o cartão umas 10 vezes. Ficou eufórico. Há notícias de que receberei uma resposta, aliás. Embora possivelmente ele esteja me confundidndo com a minha irmã, que ele conhece pessoalmente e designa por filha da tia (e como são duas as filhas da tia e eu ainda não apareci na frente dele, a Dani leva os créditos por enquanto).
Aí eu pensei que talvez mais alguém se anime a escrever um postal, com alguma foto bonita, e envia pra ele. Vocês que por aqui passam são de cidades tão diferentes, seria um jeito bem bacana de começar uma coleção de postais, já que ele gosta tanto de recebê-los. Não vou colocar o endereço aqui. Então, se alguém topar, me escreve (ateaquitudobem.blog@ gmail.com) que eu passo o endereço do garoto por e-mail.
Se der certo, vou me sentir a própria Amélie Poulain com o Anão de jardim do pai. Ezequiel vai ficar doido de felicidade em receber postais de lugares tão diferentes, só pra ele.

Outras. Falando nela. Hoje é aniversário da minha mãe. Parabéns, mãe. E muito obrigada, assim, por tudo, de modo bem geral. Você foi a primeira pessoa do mundo pra mim, né? Então, mantendo a tradição: te amo muito, e etc.

Notícias. Há exatamente um ano atrás o Paulo mudou-se pro Rio. E poucos meses depois, também eu vim. Eu considero que esse blog entrou numa fase muito mais interessante e bacana a partir daquela época, quando eu comecei a frequentar mais assiduamente os blogs da Camila e da Lu, certamente as pessoas mais queridas que a internet me trouxe. Toda a blogosfera eu conheci a partir delas. Então obrigada, meninas.
As notícias, afinal, são as seguintes: amanhã é aniversário dele, a gente vai fazer uma micro-viagem a uma cidade graciosíssima no fim de semana e, afinal, semana que vem eu e ele assinamos os papéis e casamos oficialmente. Sem festança nem igreja, claro, que nosso jeito é outro mesmo. Não era nossa maior prioridade até então, mas neste momento significa algo, pros dois. A outra coisa é que o jusqu'ici tout va bien vai acabar, aqui, neste espaço. O blog vai mudar. Vai continuar, ou recomeçar, em outro lugar. Estamos empolgados e tal.

Eu gosto muito de pensar que certas instâncias da minha vida funcionam em ciclos. Foi um ano bem conturbado e decisivo. Aí que várias coisas que começaram naquela época de fato acabaram, ou mudaram, ou deram lugar pra outras e assim por diante. É meio piegas, eu sei, mas puxa, estou comovida como o diabo, hoje.

a foto da moça, claro, é de Darzacq.

20 pessoas pararam por aqui:

Anonymous disse...

Aline,
Este post me emocionou de um jeito, muito mesmo, lindo as coisas todas que vc escreve. E pena, cheguei no final deste ciclo que vc tá de repente fechando aqui. E digo que eu quero sim escrever para o Ezequiel, que coisa mais linda do mundo, e ainda ser corinthiano como eu, rs.
Seja muito feliz com o seu Paulo, sabe que o Encontro são para poucos . E nos avise onde estiveres ok.
beijão
madoka

aline disse...

eu vou deixar o link direitinho, madoka, podexá.

me manda um mail, pra eu poder te dar o endereço do ezequiel. confesso que eu super pensei em vc, pq imagina, um postal do japão? ele morre de euforia, tenho certeza.

um beijão!!

lu disse...

que post mais fofo. e que fofo o ezequiel, também. (eu tenho dois amigos já adultos que foram adotados molecões, um com 6 e um com 8, e é bem emocionante ouví-los comentar da adoção e da família deles e tal.)
oh, você vai casar semana que vem já. achei que ia demorar mais. eu tou encucada com esse assunto ultimamente, até escrevi um post mas não publiquei, sabe como é?... rs.
pra onde você vai com o blog? já decidiu? *curiosa*
um beijinho.

aline disse...

hahaha
o ezequiel é o *rei* da fofura. e é legal, pq a familia inteira e todos os amigos estão apaixonados por ele, ele está sendo muito bem recebido. Importante, né?

ta encucada com o que? casamento? pq? me conta, me explica? dexeu ler o post...? (olha o golpe ;)

decidi sim. o blog muda pra... há, surpresa. ce vai ver :**

Tina Lopes disse...

Aline, tô pensando em fazer a Nina escrever pro Ezequiel. Que tal? Me manda o endereço - tinapontolopes@gmail.com. O primeiro papo, além de explicar o postal, vai ser sobre o fato de serem dois corinthianinhos.
Sobre o casamento, parabéns, mas só tenho uma coisa a observar: eu e o marido casamos só por questões legais mesmo, e antevendo a possibilidade da Nina nascer; então depois de uns 8 anos juntos é que casamos oficialmente, sem festa, sem convidados, aliás, numa data bem difícil - um 30 de dezembro. Foi de propósito pra não virar evento, que não somos disso. Eu não queria renegar o casamento até então, como os americanos fazem, que vivem juntos e isso parece "não valer". O lado B é que agora vivemos sem data pra comemorar nossa união, sabe. Não gostamos da oficial mas não temos outra. E o Dia dos Namorados é aniversário da minha sogra...

Adorei teu blog, comecei a ler há pouquíssimo tempo e imediatamente se tornou um dos meus favoritos. Avise do próximo, por favor.

E felicidades!

aline disse...

Ah, Tina a ideia é ótima. Vou mandar o endereço já. Agora, com essa do Ezequiel receber postais de jovens corinthianos, nunca mais o pai dele consegue reverter a situação! hahaha
por mim tudo bem, pq eu prefiro o timão ao santos :D

Então, o casamento é por uma questão legal. O primeiro e maior motivo é me incluir no plano de saude da empresa dela, que é muito bom. As demais coisas vem por tabela. é a inclusão dessas coisas no nosso horizonte de preocupação um com o outro que agora é importante. Mesmo que a burocracia não mude nem melhore em nada nosso relacionamento. Pra gente, a data que conta é a do namoro, que é super bonita: 07 de outubro. E todo dia 07,de todo mês, a gente celebra, nem que seja só lembrando e tal.

Obrigada por tudo que vc falou. :)
E fica tranquila, o próximo link vai estar aqui, direitinho.

Mariê disse...

Aline,
Moro em Brasília e me disponho a enviar um postal daqui. Meu email soumarie@gmail.com.

Adoro o dia 7 de outubro, é o dia do aniversário da minha filha mais velha Helena.

Parabéns aí e muitas felicidades.

Abç

Eriquinha disse...

Me passa o endereço do Ezequiel pois vou enviar-lhe um postal dessa terra cinza. Só não envio de Biritiba porque não tem.
Ah! Tenho que concordar com o ele, é fantástica essa espera, meio torturante, mas fantástica.

Sobre vc e o Paulo não preciso nem dizer né?! =D

Tudibom!!!
Bj

aline disse...

Tá enviado, Mariê!! :D


Xuxu, vc ia amar o Ezequiel. Ele me lembra o seu Rafa. Vc ia tocar o horror com ele.
Esperar uma carta que vc sabe que vem é bom, mas esperar um carta que vc nem sabe se existe...? O moleque é poeta ou sofredor nato, e a considerar o time do coração... ;)

:********

Daniela disse...

Flor, adorei o Ezequiel. E como eu penso (e repenso,anyway) em adotar uma criança essa história me comoveu muitíssimo.Quero mandar um postal pra ele. Ce ainda tem meu email? manda pra lá.

Tô super atrasada no seu blog mas volto pra ler e comentar.Tô super atrasada (ponto) ultimamente.

Dia 18 eu vou pro Rio. Dá pra combinar algo?

Beijos,beijos, felicidades pra vocês, beijos no Paulo.

aline disse...

vai parecer picaretagem minha, mas eu andei pensando em te escrever, pq vc sumiu. vc, no rio? fechou. to escrevendo já procê!

:*******

André Gonçalves disse...

nao esquece de me dizer tambem o endereço da casablog nova.

:c)

aline disse...

oh, sim, sim... vou fazer redirecionamento direto, acho. aliás, eu não. o responsável pelo design ;)

Camila disse...

Garanto um cartão nova-orleaniano pro Ezequiel daqui a três meses, pode ser? :-D

Estou toda me achando por já saber para onde o blog vai - acho que estou quase tão empolgada quanto você! E, obviamente, estou mais me achando ainda pela associação com a "fase interessante" do blog... Agora, "se achar" é uma coisa; outra bem diferente é comover-se. Comovida fiquei com meu status de pessoa querida e com a notícia do casamento iminente, bem ao estilo de vocês. E de repente fiquei bem feliz por lembrar que vou poder dar os abraços comemorativos em breve! Devo ir praí dia 8 ou 9 de junho, assim que comprar a passagem aviso. Amanhã passo aqui pra deixar os parabéns pro Paulo e uma boa viagem pros dois. Um beeeeeeijo, Aline.

P.S.: Gostou dessa despedida? É o que em Psicanálise chamamos de formação de compromisso. :-)

aline disse...

opa, pode, claro!

eu que agradeço, viu. é tudo verdade.

beeeeeeeeijo

(gostei da despedida sim, e mais não falo porque to caindo de sono, então té mais ;)

cris disse...

oi, aline. também achei o post bem lindo. dá pra sentir que o ezequiel é mesmo o rei da fofura. mandei pouquíssimos postais na vida toda, acredita? mas sempre que recebia um de amigos distantes meu coração ficava 'quentinho' pela lembrança. imagino como ele deve se sentir. não sei se ele gostaria de receber outro postal de niterói, nem posso dizer que vou mandar agora - minha vida está de pernas pro ar - mas quando as coisas acalmarem eu mando o email pra você pedindo o endereço do fofo. bem, e parabéns pelas mudanças, pela união com o paulo, mesmo sem papel nem nada. e deixa o link que é pra gente te seguir direitinho, viu. bjs, linda

Camila disse...

Parabéns, Paulo! Feliz aniversário, boa viagem pra vocês e beeeeeeeijo! ;)

aline disse...

cris, não se sinta excluída das "cidades diferentes". pode escrever sim, até pq a graça está em receber vários, de pessoas diferentes. eu adoro postais.

sobre o link, sim, podexá. obrigada pelos votos e boa sorte com a fase final da sua tese!!

bjos

marjorierodrigues disse...

poxa, Aline, que fofo o Ezequiel. E parabéns pelo casamento!

aline disse...

Ai, o Ezequiel é uma coisa.

E brigada ;)

Postar um comentário

Diga lá.