25.8.09

do concurso Miss Direito Penal

Para ampliar as imagens, basta clicar nelas.

No Orkut, temos a comunidade Direito Penal, cujo fórum é aberto (pelo menos até o presente momento). Desde 2005, há um concurso para eleger a "musa inspiradora" da comunidade.


É "árdua" a terefa de escolher a participante mais bonita, a que mais e melhor "afaga os olhos e os cérebros" da comunidade. São muitas as regras.


Entre elas, a de que apenas os homens podem votar (e as mulheres que se declaram aberta e expressamente homossexuais ou bissexuais). Em 2008 foi assim...



...e em 2009, o ano da discórdia, também.


O desempate entre as duas finalistas tem como critério a foto mais "ousada" que as concorrentes postarem na sua página. Correção: há outro critério: ser a mais inteligente.


Sabem como é. Vou estar aguardando as pessoas estarem falando sobre coerência, objetificação, bifeficação, sexismo, machismo, contexto, apelo do patriarcado, privilégio masculino... (ou será que nós ouviremos apenas aquele silêncio ensurdecedor?)

Obrigada, obrigada. \o/

84 pessoas pararam por aqui:

aline disse...

nem me fale.

Flavita disse...

Tô bege.

Leandro Ravaglia disse...

"Vou estar aguardando..."

Não sabia que além de patrulha intelectual, você também trabalhava com telemarketing.

O mundo é dos versáteis. rs

Srta.T disse...

Pois é como aquele velho ditado: "Casa de ferreiro, tanto bate até que fura"... não, é "Quem com ferro fere, espeto de pau...". Ah, deixa pra lá.

Opa, vendo que alguns comentarias não trabalham com ironia, melhor falar sério, curto e grosso: coerência saiu pra comprar coca-cola, mas levou casco de pepsi. Mandou beijo e sente saudades.

aline disse...

vou estar te respondendo: eu nunca estive trabalhando com telemarketing, eu apenas estou tirando sarro, mas a piada vai estar perdendo a graça quando estiver sendo explicada.

Gravata disse...

Coerência vai num pé, não volta em qualquer outro. Objetificação de ** é **** e assim por diante.

Papelão.

E ainda reclamam do lingerieday? Isso não é bife, é todo um rodízio de carnes; mas com peças muito menos qualificadas - sempre preferi as churrascarias em que podemos escolher os cortes.

Chega de gracejo.

Vi também aquela coisa de colocarem depoimentos tecendo loas aos vencedores. Haja onanismo e autoindulgência.

Mas quem não tem cão, caça com gato. Quem tem o cão que tem, caça com a gata imaginária.

Tô imaginando as feminazis vendo isso. Será que optarão pela causa ou pela pessoa? É uma dúvida sincera, juro.

Feminismo seletivo.

Mariê disse...

É, a coerência passou longe, mesmo. Por isso é tão complicado posar de vestal e atirar pedras nos outros.
Parabéns pelo achado.
\o/
Beijo

Mariana disse...

Obrigada, Senhorita. Estarei aguardando as manifestações das pessoas que vão estar pensando quais argumentos e citações elas vão poder estar dando para essa "pedra no caminho". Você pode estar retornando no período de 3 a 5 dias úteis. Mais alguma informação que eu possa estar te dando para estar te ajudando no seu post??

Kid disse...

Aí a gente fala que esse povo que criticou o lingerieday é HIPÓCRITA e estamos exagerando, né?

Cara de pau absurda a desse sujeitinho.

aline disse...

Srta T. hahahahahahhahahaha :**

Gravata, tbm estou no aguardo. Túlio foi mencionado hoje como homem feminista. Vejamos então.

Mariana. hahahahahahahhahahahahaha


Mariê. passou longe sim. a coerência. porque o humor, ah, esse é companheiro diário nessa blogosfera.


Kid. pois é, pois é.

lu disse...

hahahahahaha
"aline! aline! aline!"
...o lingerie day já foi tão engraçado, e quem diria, ainda continua rendendo frutos!
sinceramente, depois do seu post mostrando aquele comentário, mais machista impossível, que apareceu no blog da cynthia semíramis com o aval dela, eu achava que as coisas estavam tão evidentes quanto possível. mas rir faz bem, e eu estou já com as bochechas doendo, aqui. agora dá licença que nosso cachorro Patriarcado tá latindo, tá na hora de levá-lo pro seu passeio vespertino, que ele tem alguns postes pra mijar.
=*

Priscila Freitas disse...

Cada um defende o que quer, mas é necessário ter coerência. Muita cara de pau, hein. Sem contar que "Miss direito penal" foi triste... Cafonice demais, viu.

aline disse...

êeee

\o/

eu tento esquecer, mas povo não deixa! vira e mexe aparecem as pérolas. túlio vianna, feminista. tudo tao irônico, tão inacreditavelmente contraditório. as caixas de comentários blogosfera afora vão ser engraçadas. ou completamente alheias, vai saber.

tbm to rindo, demais. post mais fácil da minha vida: é só mostrar as coisas que estão por aí, dispersas. como eu disse, eu nunca vou esquecer quem disse o que. tenho motivo pra rir por muito tempo, ao que parece.


Patriarcado tá firme e forte, comendo muita costela e mijando nos posts por aí. hahahahahahahaha

aline disse...

Priscila, é a palavra do dia é essa: coerência. Valendo um milhão. haha-ee hi-hi

Vitor disse...

é... estudante de direito é foda.

aline disse...

vc tá falando de mim? não sou estudante de direito não.

Gravata disse...

Perguntaram a "diferença" entre o "Miss Direito Penal" e o "LingerieDay". É simples.

No concurso das "penaletes" (Raul Gil Feelings), há uma COMPETIÇÃO, da qual sai uma vencedora. O critério de desempate é a "foto mais ousada" e são convidadas a votar as homo e bissexuais da comunidade.

No #lingerieday, todos participam, homens e mulheres, sem qualquer competição. É uma festa de um dia, uma farra.

Eis a diferença. Cabe às feministas, aos machistas e qualquer "ista" decidir em qual dos dois casos há "objetificação", em maior ou menos escala, que seja.

Abs.

Gravata disse...

"maior ou menor" escala. Ah, tá cheio de erro :D

lu disse...

gravata, e não é só isso, tem outra diferença entre o lingerieday e o concurso de penalete: no lingerieday, participa quem quer, quem tem interesse. no concurso de miss direito penal, qualquer mulher que tenha interesse em direito penal e participe da comunidade, está automaticamente sujeita a ser indicada no concurso!

e além disso no concurso penalete existe uma eleição da mais gostosa na qual só homens e mulheres declaradamente não-héteros podem votar. mulher ht não vota, só concorre pra apreciação dos demais.

aline disse...

"e além disso no concurso penalete existe uma eleição da mais gostosa na qual só homens e mulheres declaradamente não-héteros podem votar. mulher ht não vota, só concorre pra apreciação dos demais."

exato.

Anonymous disse...

Amei Agora Miss DP virou "concurso estético-cultural"
Alegrou meu dia
Flávia

aline disse...

ai, Juliana.

Vou me repetir: vc me cobra pelas palavras dos outros, no caso da expressão "feminazi" e do "feminista = machista", enquanto não vi vc mover uma palha enquanto eu era chamada de burra e vadia. então, por gentileza, não me cobre.
Quanto ao cachorro chamado Patriarcado. É. Piada minha. E daí?

aline disse...

pois é.
dois pesos, duas medidas, dois pesos, duas medidas.

aline disse...

ah, vc não viu nenhum insulto?
hahahahahahhahahahahaha

não vou me dar ao trabalho de responder e mostrar pq depois vc vem e apaga seus comentários daqui. fuça os posts, os blogs, as caixas de comments que vc acha.

Nanny disse...

HAHAHAHAHA!!! Sabe aquele gif que o cavalo da um coice no individuo?!?!


HAHAHAHA! Meu... que lixo!!! Na internet se faz na internet se paga!

Beijos!

(o orkut é o maior celeiro dos absurdos internéticos! Por isso não deleto meu perfil, viu)

Gravata disse...

Juliana M., o que é pior: o #lingerieday ou a "Miss Penalete", uma competição da qual participam COMPULSORIAMENTE todas as integrantes de uma comunidade de orkut destinada ao debate do Direito Penal - e que tem como critério de desempate a remessa de fotos "ousadas"?

Essa é a questão. Depois, sim, falamos sobre quem agrediu a anarina, quem bateu em Maria da Penha etc.

Grato.

juliana m. disse...

E aqui a revista Trip, conhecida por seu posicionamento feminista, publica matéria esclarecedora: http://twitpic.com/er0m3

aline disse...

Pergunta vc, Juliana.

Não existem duas turmas. Existem pessoas. Eu não me interesso pela briga dos outros. Eu me interesso pelas minhas só.

Srta.T disse...

Juliana M., se você quiser eu até te explico o ódio do Túlio ao Gravataí. Ilustro e fundamento juridicamente também.

aline disse...

Não leio a Trip. E vc tá enganada, a Trip não é feminista. O lingerieday tbm não era. Mas ó: assim como feminismo não é igual a machismo, também não é seu oposto simétrico. Não ser feminista não significa ser machista, assim, preto no branco.

Já falei em outro post que não sou da turma da patrulha. Não queira que eu seja.

Gravata disse...

Oi, juliana. Não tenho ódio ao Tulio. Ao contrário, ele me ofendeu muito antes do Lingerieday.

E, também antes da nossa brincadeira, ele organizava concurso de beleza utilizando foto ousada como critério de desempate.

Você não respondeu minha pergunta. Por quê?

Aliás, tudo leva a crer que ele foi contra o Lingerieday por ser organizado por mim, não é? Afinal, foi uma brincadeira muito mais amena do que o "Miss Penalete" e suas cláusulas machistas.

Abs.

ps - vai mesmo deixar de responder aquela pergunta inicial? perguntei numa boa, de forma objetiva.

Srta.T disse...

E Miss Direito Penal é feminista?

NAONDE?

(e a palavra que preciso digitar pra confirmar este comentário é "rebel". Ahahahahahahahaha)

aline disse...

Juliana

Vc veio aqui, no meu blog, reafirmar que o LD foi uma coisa sexista, no momento em que eu post os concursos de beleza que o Túlio Vianna promove há 4 anos. Com aquela regra de só homem e mulher gay pode votar.

É isso mesmo?

Srta.T disse...

Ufa, que bom. Mas estou meio confusa: você questionou a omissão da Aline sobre os termos "feminazis", mas também tá se omitindo sobre o Miss Direito Penal. E por quê?

aline disse...

Juliana,

vamos combinar que eu falo do que eu quero no meu blog, certo?

O assunto aqui é a hipocrisia do Túlio e de tantas outras pessoas que o louvam como um feminista. Vou devolver a pergunta: porque as pessoas não falaram desse concurso e falaram tanto do LD?

Tem trocentos concursos como esse no Orkut, esse me interessa porque o cara me chamou de vadia e de burra (vc não viu, mas ele disse, e muitos outros disseram). É óbvio isso. Que esse concurso me interessa pq é promovido pelo baluarte da indignação.

De novo: não queira que eu seja da turma da patrulha. Não é minha praia.

aline disse...

"as feministas no geral" é um grupo inabarcável. tem feminista que diz o contrário do que eu penso. o contrário. tem feminista que fala das mulheres de um jeito que me ofende. eu não concordo que essas feministas sejam insultadas, mas a noção de insulto é uma coisa bem vaga, pelo que vejo. não tenho nada contra caricaturizações e tiração de sarro em blogs que se prestam a isso com todo tipo de gente, a saber, blogs de humor.

não ofenderam apenas as mulheres q participaram do LD no geral, embora sim, dizer que elas são futeis ou burras ou vadias me ofendia. pq isso não é caricatura, isso é julgamento, veneno. e em muitos casos, as ofensas eram sobre as duas feministas que aderiram = eu e a lu.

aline disse...

:*****

Daniele disse...

HAUAHUAHUAHAUHAUH

#choreyderir

sem mais
beijo tchô

Gravata disse...

Desculpe, juliana, mas você citou meu nome, assim do nada, e da seguinte forma:

"Aline, pergunta pro gravataí se o ódio dele ao túlio tem alguma coisa a ver com lingerie day."

Obviamente, tive que responder. Expliquei da forma mais sintética e objetiva possível, para em seguida você dizer:

"não sei pq vcs brigam. Eu nunca me interesse por isso."

Confesso que fiquei confuso.

Mas, ok, passando essa parte, diz pra mim: há machismo no #lingerieday, de participação voluntária ou no "Miss Penalete", de participação compulsória, com desempate para as que enviam fotos mais ousadas? Lembrando, é claro, que um é uma brincadeira/festa e o outro é um CONCURSO, com vencedora e as demais PERDEDORAS...

Creio que você deva ter ficado indignadíssima na ocasião do #lingereiday. Respeito sua indignação. Duvido que ache QUALQUER manifestação minha contra seu direito de ficar brava.

Mas e agora? Tudo "ok" com o "Miss Penalete"? Tudo beleza, tudo maravilha, sem problema algum?

Ou fica na base do "ok, é machista", mas os organizadores passam incólumes pelo Tribunal do Santo Ofício do Feminismo - esse que me trucidou por ter feito parte de algo infinitamente menos nocivo do que o concurso agora exposto?

É essa a questão. Esse é o centro de tudo. E quem expôs a tal "briga" - que nunca houve, já que fui insultado e fim de papo - foi você.

Abs.

aline disse...

Vamos de novo: vc veio aqui, no meu blog, dizer que os comentários feitos por outrem sobre os contrários ao LD te ofenderam e eu não fiz nada pra te defender. É isso?

Eu poderia fazer como vc e dizer: não vi ofensa nenhuma aos contrários do LD.

Sobre "as pessoas envolvidas serem sucessivamente ofendidas e magoadas"... do que diabos vc tá falando??????????

aline disse...

"o que me interessa é que se há algo que vai além do lingerieday a gente tem que ficar esperta pra não ser massa de manobra."



Juliana M. minha conversa com vc acabou aqui.

Srta.T disse...

Posso estar enganada, mas tenho quase certeza que já vi a Marjorie dizendo, no blog dela, que o Túlio é um homem feminista. Será que ela tá sabendo do Miss Direito Penal? O Túlio tem licença poética pra um machismozinho eventual?

aline disse...

Srta T. gargalhadas, gargalhadas.

Ele é feminista, e eu traí o movimento, me fiz vulnerável e blá blá blá.

É isso mesmo. Mundão véio. :)

:***

Gravata disse...

Massa de manobra? Bom, você está aí se xingando de N formas - inclusive quando supostamente tenta ironizar.

Não diga que fugi do debate sério. Tentei.

Abs. Ou melhor, um aceno de longe (depois dessa descrição aí).

Ok, agora foi brincadeira :)

lu disse...

"massa de manobra"?!
é foda, hein.
bem que foi dito que participando do LD a gente se fazia "vulnerável"; só não foi previsto vulnerável a quê, nem de onde que viriam os insultos e alfinetadas.

aline disse...

É Lu e Gravata, massa de manobra. Claro que ela não viu ofensa das outras vezes.

Minha disposição pro diálogo acaba assim, fulminado por uma indireta desse nível, na minha caixa de comentários.

Não sinto pena nenhuma, no entanto. Poupa-me tempo.

Srta.T disse...

Nossa, a última vez que ouvi "massa de manobra" foi numa aula de história no colegial. Quando eu raspava metade da cabeça e usava camiseta do Che.

juliana m. disse...

bom, vou apagar novamente meus comentários, pq eu não quero ser responsável por estar aqui só mandando farpas quando eu nunca recebi nenhuma resposta ao que eu realmente perguntei. abraços.

aline disse...

meldels

curioso disse...

ninguém nunca vai saber que suas perguntas não foram respondidas se vc as apaga, Juliana...

uahsuahsuahsuhaushuahsuhaush

lu disse...

DE NOVO.
da última vez que ela fez isso, achei que não voltava mais a comentar aqui. veio e teve o mesmo desfecho!
se vc acredita no que diz, juliana, por que você sempre apaga seus comentários todos?

aline disse...

pois é. sem palavras aqui.rs

aline disse...

pois é, menina. não é de se matar de rir?

Emily Laurentino disse...

mas que cara de pau!!!

Gravata disse...

"Massa de manobra", a versão 'vegan' para Bife?

Por que ela apagou o que NÃO perguntou? Afinal de contas, ela não havia perguntado nada de nada. Criou intriga, ficou sem saída e teve um chilique (não é machismo, mas teve mesmo - e homens também têm chiliques).

Já pensou em ser Miss Direito Penal, Ju?

Diego Goes disse...

HAhahahahahahahahahahahahahhaha.
A gargalhada mais sonora do dia!!!

Depois de ter feito eu chorar feito um bebê ontem, você me fez rir como nunca.

AMO seu blog, Aline.

aline disse...

hahahahahahahahahah
oooooi o/

comigo é assim beibe: na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que os prazos da vida real nos separem.


obrigada mesmo por esse comentário, pelo seu carinho. significa mt pra mim.

:*********

Flavio Morgenstern disse...

Eu já conhecia esse Concurso, meio por acaso, por meu interesse em Direito Penal. Por acaso, também conheço a bicampeã - ela é bem amiga minha (ou era, até eu dizer que não sou castrado apesar do que Lacan diz e que Túlio Vianna é um merdinha).

Mas enfim, acho que isso é dar um tiro n'água. Túlio Vianna acredita que o Gravataí é um objetificador chauvinista, mas que o Champinha NÃO cometeu um crime, estava apenas pedindo o que o Estado lhe negou.

Agora, Gravataí é um public enema number one, as mulheres que se divertiram no #lingerieday são todas vadias e meros objetos mas, sobretudo, Champinha finalmente conseguiu o que queria.

Ergo, o melhor é mandar o Gravz pra cadeia, as moças prum puteiro, Champinha pra Presidência e que mais Champinhas consigam o que lhes negaram - ou seja, estuprem e esquartejem mais.

Alguém que tenha essa lógica, essa noção de causa e efeito, vai perceber que exigir uma foto ousada para desempatar um concurso é uma "objetificação" pior do que dizer: "Amanhã é dia da lingerie! Soltem as frangas, galera"?

Não. Túlio Vianna não entende nada de causa e efeito, de sopesação, de crime. Do que merece punição e do que merece ser festejado. Pior: não tem a mínima noção do que ele mesmo defende.

Assim como seu mestre, o facínora Juarez Cirino dos Santos, Túlio rasteja no superficial. Tudo se resume a "rico contra pobre", "sujeito CONTRA objeto" (?!?!), "homem CONTRA mulher".

E, claro, só ele tem direito de fazer patrulha. Se alguém demonstra que o cara tá errado, o que ele faz? Enfia o rabo atrás da orelha e a pulga no meio das pernas e foge. Finge que nem viu. Ou ele seria homem de discutir publicamente sobre tudo o que se refutou sobre essas idiotias nas quais ele acredita com alguém como o Gravz ou eu?

Quem vence? Nós, como sempre. Que sempre temos como nos divertir e, como ele mesmo escreveu em seu blog, fazer piada dos trouxas que tentam cercear nossa diversão.

Já reparou como qualquer frase com @tuliovianna vira piada pronta?

Pra variar, texto muito bom, minha cara!

Danilo Albergaria disse...

A patrulha pegou o Jorge Pontual pra Cristo, agora.

aline disse...

Ih, Danilo. Eu acho que vc tá dando murro em ponta de faca. Sinceramente.

aline disse...

Flávio, como eu disse, senti sua falta hj a tarde. As incongruências não são poucas, não começam nem param por aí, mas eu não tenho disposição pra desconstruir todo texto incoerente que aparece na blogosfera, do jeito que vc faz, por exemplo. :)

Não me parabenize pelo texto, eu não escrevi praticamente nada. A maioria das frases são transcritas do fórum, e disso fiz questão, pra todo mundo ver em que termos esse concurso se dá. Eu aceitaria discutir os limites do machismo e do sexismo nesse concurso, não fosse seu organizador um falso moralista, se ele não tivesse feito aquele estardalhaço sobre o lingerieday. Os méritos pela comicidade do texto são todos dele.

abraço

K. disse...

Uia, destestei o LD e me manifestei a respeito e tendo a achar a mesmíssima coisa sobre tal concurso. machismo e tal. não curto nem um nem outro. Mas parece que tem quem curta. Um & outro. E um X outro. Enfim, também acho que a discussão - interminável, aliás, néam? - se reduzir a tulio X gravataí é de uma pobreza infinita. Bem, mas como disse em outras postagens, essas são as *minhas* opiniões. *idosas* opiniões, aliás ;-)

K. disse...

aliás, tem email pra você.

aline disse...

pois é, isso eu acho coerente. faz sentido desaprovar as duas coisas, até faz sentido gostar das duas. Eu não vi mal no LD e desaprovo o Miss DP por alguns motivos, entre eles aquele indigesto "apenas homens e mulheres declaradamente gays/bi votam".
O um x outro existe sim, mas é projeção dessa briga entre Gravata e Túlio, que não me interessa em nada. O que me interessa é mostrar a hipocrisia das críticas do Túlio. E definitivamente eu não gosto de moralismos (ainda menos dos falsos).

A discussão não é interminável, as pessoas é que são inacreditáveis.

Nada contra suas opiniões e críticas, desde que elas venham assim, formuladas com tranquilidade e sem o veneno. A menos que vc curta ouvir desaforos de volta ;)

ps. seu mail será respondido.

Haline disse...

Oi Aline, como te falei por email, tava "digerindo" seu post. Ficou parecendo furo de reportagem. rs

Bem, só pra pontuar mais uma vez, eu achei sim o lingerieday machista e tive mesmo preconceito pq quem tava organizando era o Gravatai. Eu já li alguns posts dele que achei machistas e, ainda que justificado pelo humor, não vejo graça alguma. PORÉM, tenho que admitir que li alguns comentários dele no pós LD que gostei muito, muito lúcido, então talvez não o conheça o suficiente pra julgar nada. Me impressionou positivamente no pós LD.

Qto ao Morroida, não o conhecia e li alguns posts que só confirmaram a patética atitude de excluir gordas do LD. E por mais que vc fale de ressignificação ou a representação disso pra vc, pra mim isso é sim machismo descarado.

Sinceramente? Pouco me importa quem participou ou não. Pq acho que cada um tem liberdade de escolha e não estamos falando de pessoas que não percebem ou não entendem as coisas né? Então as opiniões que surgiram sobre objetificação eram incoerentes, por exemplo, com o tratamento dado a Juliana Paes no caso lá do comentário supostamente reducionista sobre o corpo dela. Eu não vejo objetificação ao participar do LD. Mas não participaria por achar bobo e por comentários como esse do Morroida. De qq forma, vi como uma movimentação paralela mesmo. Eu jamais saberia da campanha se vcs não tivessem participado.

Repito o que disse ontem: toda e qq agressividade pra mim tira o foco da boa discussão e ofende as pessoas. Dai eu acho que quem ofende, acaba sendo O reducionista. Imagina, vc coloca lá seu avatar e eu te chamo de pedaço de carne ou vadia, pls né? Ou que depois vc não pode reclamar se te ofenderem? Bem, as incoerencias já estava bem explicitas ai.

Mas esse post me deixou assim, sem palavras mesmo. Pq eu simplesmente não me importei com o LD, quero dizer, se rola ou não, se as pessoas participam ou não, não muda nada pra mim. Já nesse caso que vc "desenhou" pra nós, eu estaria automaticamente participando, é isso mesmo? Dai, Aline, eu me sentiria muito invadida mesmo. Muito exposta. Aí sim, muito reduzida a minha aparência. Ou pressionada a colocar fotos "mais ousadas". O horror. Nada mais machista do que algo que impoe participação. Eu não tenho escolha.

Sobre o Tulio nessa história toda, repito a Srta "coerência saiu pra comprar coca-cola, mas levou casco de pepsi. Mandou beijo e sente saudades.". To até agora "digerindo" esse lance da hipocrisia, da incoerencia, do "faça o que eu digo" e, principalmente, de um corporativismo que sinto no ar. Posso estar errada, mas acho que é dificil mesmo separar a pessoa da atitude.

No mais, como sempre, gosto muito dos seus posts. Desculpa o comentário enoooooooorme, mas é que prefiro deixar claro o que penso. Assim fica mais fácil debater. Prefiro estar aberta a isso.

bjobjo

Désir La Vie disse...

Putz...Tou branca com bolinhas amarelas aqui!

Não tenho Orkut. Mas que pena, porque queria clicar com meus próprios dedos e constatar cruamente e curiosamente com meus próprios olhos...

Que coisa horrorosa. O #lingerieday é pueril perto disso. Isso é mal intencionado, até.

Deu nojo de olhar pra cara do Túlio. Bleact!

Dúvida: A participação é também compulsória?

Iara disse...

Meninas, a gente não pode ficar nem 48 horas longe daqui que perde um bafão desses! Tô bege! Como é que vai ser quando eu voltar a trabalhar?

A Haline escreveu quase tudo o que eu escreveria se fosse deixar um comentário sério. Logo, limito-se a concordar que a coerência foi dar uma voltinha lá em Marte...

aline disse...

Oi Haline

Muito obrigada pelo comentário. Achei muito ponderado, muito claro. Entendo cada uma das coisas que vc escreveu, e é impossível eu não respeitar o que vc diz. Eu aprecio seu cuidado em posicionar-se sem julgar, que é uma coisa que vc já tinha mostrado na época do LD.
Fico feliz que vc tenha entendido o post tbm. Era de extrema importância pra mim mostrar pras pessoas de onde partiram as críticas, aquelas justamente que provocaram os dois posts que eu e lu escrevemos e que, por sua vez, desenrolou uma briga absurda. Ser coerente não é como ser legal ou engraçado, é o tipo da coisa que vc constrói, q vc trabalha. Eu me esforço pra isso, se eu consigo ou não, são outros quinhentos, mas eu tenho cuidado pra ligar as coisas que digo, sobretudo se envolvo outras pessoas.
O Túlio foi irresponsável, foi inconsequente conosco no LD. Ontem ele ficou bravo e me chamou de troll, de analfabeta, de desocupada de "12 anos". Eu não quero ofende-lo. Só quero dizer a ele que ele não me engana, que eu já sabia, e agora ficou escancaradamente vexatório, que se tratava de um falso moralismo. Uma coisa é desaprovar e criticar o LD e as adesões. Outra é montar aquele circo no qual tantas outras pessoas aceitaram fazer coro.

um abração, Haline

aline disse...

Oi Vanessa

Se vc clicasse, veria muito mais coisas. Eu não levei nem 1 hora fazendo o post, tem trocentos scraps lá que eu poderia ter usado. Tem, por exemplo, um cara dizendo que ok, o concurso é legal, mas minha mulher não participa. Tem comentários tipo paquera, comentários engraçados e comentários vulgares. Todo o tipo de coisa que o LD provocaria sem ser, hum, um concurso estético-cultural.
Funciona assim: sendo mulher da comunidade, vc pode ser indicada por qq pessoa. Os critérios pra vc ser indicada são x. Pode ser sua inteligência, pode ser sua beleza. O Túlio fala em mulheres que afagam olhos e cérebros, então eu imagino que sejam os dois. Aí tem essa votação entre as indicadas (acho que se alguma pedir pra não participar ela será excluída, mas sim, é compulsório na medida em que vc pode ser indicada simplesmente por ser mulher e estar lá na comunidade de Direito Penal). A segunda fase tem 2 candidatas, e elas tem q responder uma pergunta, coisa assim. E os caras fazem campanha, etc etc.
Eu não gosto desse concurso. Odeio a parte em que apenas homens podem votar, ou mulheres que se declaram homo/bissexuais. Isso é sexismo, justamente, e lida com a orientação sexual das mulheres de uma maneira tosca. Só vota quem potencialmente tem interesse sexual no corpo feminino. Eu, sendo HT, não posso avaliar a beleza de outra mulher. Mesmo que seja um concurso que premia a inteligência. Essa parte aí, pra mim, é absurda. Mas cada um com seu cada um.

Bjos

aline disse...

Oi Iara.

Vc não imagina a minha cara quando eu vi isso. Juro. Fiquei pasma, ri nervosa, sabe? Da falta de noção do Túlio.

Depois, felizmente, eu apenas ri, leve, descontraída.

:**

Haline disse...

"Ser coerente não é como ser legal ou engraçado, é o tipo da coisa que vc constrói, q vc trabalha". Disse tudo. E o radicalismo prejudica muito essa construção.

Outra coisa, eu nem falaria mais nada se fosse ele pq não saberia onde enfiar a minha cara. Acho que eu colocaria um avatar do Maluf dizendo : "eu não estou nem aqui". rs

aline disse...

hahahahahahhhahaa

né?
eu não sei porque as pessoas simplesmente não se desculpam. não sei mesmo.

Haline disse...

Outra coisa q esqueci e achei bem bizarra, o lance dos votos. Quem disse pra eles que uma mulher hetero não pode avaliar outra mulher? Redução da sexualidade? Se é hetero, só quer ver pau, é isso? E outra, que mundo é esse que é facilimo ser homo ou bissexual declarado? Me fala que vou pra lá. Mudo até de profissão.

aline disse...

exato. é repugnante essa normatização do olhar, essa algema entre senso estético e orientação sexual, como se a noção de beleza e de atração física fossem tão somente faces de uma mesma moeda. Essa regra, por si só, já dá ao concurso um caráter sexista, independente se os critérios que elegem de fato uma miss são intelectuais ou não. aliás, se forem intelectuais, piorou: a regra fica descolada, sem propósito.

Sobre a "declaração" da orientação sexual: é grosseiro. E Túlio tuita os direitos negados aos GLBT. O direito à intimidade, à reserva, fica como? Enfim.

Essas coisas, essas posturas, eu acho que são fundamentais. Se vc quer se posicionar de maneira favorável a uma causa. Questiono o suposto feminismo no Túlio Vianna.

Ollie disse...

cadê aquele site que tem um botão onde você aperta e cantam uns grilinhos? Momento "boa de feno passando".

PS: Miss Direito Penal. Eu imagino as candidatas desfilando de lingerie preta e uma toga toda aberta na frente, cobrindo apenas o dorso à guisa de capa. Sapatos de salto alto pretos combinando. So sexy!

aline disse...

é né? tá ouvindo Ollie? O silêncio ensurdecedor?

hahahahahahahahahahaha

povo se fazendo de desentendido ou de compreensivo... adoro. cinismo e hipocrisia. adorooo :D

Agora pra completar a cena, imagine uma candidata passando, um dos jurados-homens-ou-mulheres-declaradamente-bi-ou-homossexuais diz: reprovada. e ela: protesto, meritíssimo!

etc etc.

Srta.T disse...

Engraçado o que é o coleguismo: o Miss Direito Penal é um "tropeço", sabe? Mas o #lingerieday, ah... foi um pontapé que resultou fraturas múltiplas.

A diferença? O dono do pé.

aline disse...

hahahahahahahahahahhahahahahahahahaha

pontapé não, querida, lingerieday foi tiro no pé, lembra?

hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahhahaahhahaahhahahahaha

Eu não deveria ter me rebaixado criticando Túlio Vianna. Deveria ter dito: olha, vc tem um privilégio. Olha, isso não é justo. Olha, vem lutar com a gente!
Agora, querida Srta T, vc pode ter uma vida, fazer coisas de que gosta... como ter um blog pra reeducar as internautas do brasiu. Para de fuxico, heim?

Daniela disse...

Inacreditável.
E dos homens feministas citados, está claro que há vááááááárias ressalvas :-)

Désir La Vie disse...

A.
Li agorinha a sua resposta.

Menina, que coisa horrenda e broxante.
Cá pra mim, o Túlio que falou tantas coisas coerentes(com as que julgo ser, claro) lá no LD, vem dar uma dessa, com esse tal concurso aí? Ai, me desculpa... Blé, prele. Nojinho mesmo. O absurdo da incoerência. Master-plus.

Sobre o que você disse:
'Odeio a parte em que apenas homens podem votar, ou mulheres que se declaram homo/bissexuais. Isso é sexismo, justamente, e lida com a orientação sexual das mulheres de uma maneira tosca. Só vota quem potencialmente tem interesse sexual no corpo feminino. Eu, sendo HT, não posso avaliar a beleza de outra mulher. Mesmo que seja um concurso que premia a inteligência. Essa parte aí, pra mim, é absurda. Mas cada um com seu cada um'

Pois é, peloamordedarwin desenha pra mim se isso difere de algo que ele tanto criticou e crucificou(e que achei sensatíssimo)lá no LD...

____
Haline,

Exatamente, amiga
Super concordo contigo:
'E outra, que mundo é esse que é facilimo ser homo ou bissexual declarado? Me fala que vou pra lá. Mudo até de profissão.'

Ó, me considero uma HT que se diverte com meninas...Hehehehe
Tem que ter uma definição pra isso?

Ah, mas que mundo injusto, eu não poderia votar...
___

Beijos pra todas
=*****

aline disse...

olha. a vida é um processo pra te fazer perceber que tudo é possível. t-u-d-o.

aline disse...

Se o Túlio tivesse criticado o LD, como tantas pessoas fizeram, eu sequer teria feito o post. Outras pessoas foram contraditórias tbm. Teve uma mocinha que num blog disse q só tapada não percebe q é ruim participar do LD. Fez post sobre o assunto. A mesma mocinha participou e fez outro post dizendo que se exibir é legal. Ou seja: critério zero. Nem perco meu tempo tentando mostrar incoerências e blá.
Mas o Túlio foi agressivo. Pode ter gente achando que não, que não foi ofensa. Eu, a ofendida, digo que teve sim. Chamou de bife, vadia, de objeto. Chamar a Dilma de feia não pode. É sexismo. Me chamar dessas coisas aí pode. Grandes feministas o apoiaram e continuam apoiando. As mesmas que agora fingem que não vêem, que estão ocupadas, que cansaram do assunto. Nenhum post indignado. Nenhuma revisão de nada (não estou falando das meninas que vieram aqui e disseram estar decepcionadas, claro). Por isso faço questão mesmo. De gargalhar da ironia da situação.

bjos

Ulisses Adirt disse...

Ótimo texto e seleção de comentários.

Parabéns.

aline disse...

oi ulisses.

não sei se é ironia de sua parte, mas agradeço.

obrigada.

Postar um comentário

Diga lá.